LIFE ReNatural NZEB

REHABILITAÇÃO DE 4 CASAS SOCIAIS EM SANTA ENGRACIA, BADAJOZ

O bairro de Santa Engrcia está localizado na zona norte da cidade. Construído em 1964, o bairro previa abrigar os atingidos pelas enchentes do rio Guadiana. O período máximo de ocupação previsto era de 10 anos e, após esse período, os vizinhos seriam realocados em outras casas. No entanto, essa mudança nunca aconteceu.

Trata-se de uma malha urbana homogênea de 800 residências unifamiliares com pátio, acessadas por meio de uma rede de ruas pedestres. A maioria das casas tem 3 quartos, embora algumas sejam maiores e cheguem a 4 quartos.

Neste projeto de rehabilitação, quatro dessas casas foram selecionadas. 

LIFE ReNatural NZEB

 

Casa 1

A casa 1 tem uma orientação nordeste-sudoeste. Possui a tipologia tradicional de moradias unifamiliares no bairro de Santa Engracia, mantendo a distribuição original quase intacta.

LIFE ReNatural NZEB

 

Casa 2

A casa 2 tem uma orientaçao nordeste-sudoeste. Embora tenha a tipologia de moradias unifamiliares no bairro de Santa Engracia. A distribuição interior econtra-se totalmente alterado em relação ao projeto original: forma acrescentados vários elementos no pátio e construído um piso alto.

LIFE ReNatural NZEB

 

Casa 3

A casa 3, localizada na esquina, tem uma orientação predominantemente norte-sul. Possui a tipologia tradicional de casas unifamiliares no bairro de Santa Engracia. A casa mantém a distribuição do projeto original quase intacta.

LIFE ReNatural NZEB

 

Casa 4

A casa 4 tem uma orientação nordeste-sudoeste. Embora a casa tenha a tipologia tradicional de casas geminadas unifamiliares no bairro de Santa Engracia, a distribuição interior é ligeiramente modificado em relação ao projeto original.

LIFE ReNatural NZEB

 

Descrição da intervenção

a) Fachadas. Na solução construtiva das fachadas será incorporado um Sistema de Isolamento Térmico Exterior, constituído por um painel de aglomerado de cortiça expandida, fixado ao suporte por meio de argamassa com cal e fixações mecânicas.

b) Telhados. Em primeiro lugar, será desmontada a chapa de aço galvanizado existente e eliminado o isolamento existente, substituindo-o por isolamento kenaf com barreira de vapor, fixada mecanicamente ao suporte existente. 

c) Solos. Devido à configurção das casas, a solução construtiva original dos edifícios não é alterada.

d) Carpintaria. As janelas atuais são de alumínio sem ruptura térmica e vidrio simples. Estes serão substituídos por janelas de madeira e vidros duplos.